Descubra como surgiu a festa, o porquê das fantasias, doces e decorações! De quebra você já vai tendo ideias para a sua fantasia

O Dia das Bruxas, também conhecido como Halloween, está chegando! Já vemos por aí a decoração temática com as abóboras, teias de aranha e morcegos. Sem falar nos convites para festas temáticas que começam a chegar. Mas você já se perguntou qual é a história do Halloween? Por que uma festa estrangeira ganhou o coração dos brasileiros?

Se você tem uma ideia vaga ou se realmente não tem noção de como tudo isso começou, relaxa! Apesar de o importante ser se divertir, saber o que estamos comemorando faz toda a diferença. Por isso, resolvemos não só trazer inspirações para sua próxima fantasia de Halloween, mas contar um pouco mais sobre essa data.

Como o Halloween se espalhou pelo mundo: a história

O Halloween é muito mais antigo do que a maioria das pessoas pensam. O termo que surgiu à partir da palavra Hallowe’en, há cerca de dois mil anos, na verdade possui sua origem numa tradição celta chamada Samhain. O Samhain, Samain ou Samhuinn (um termo de origem gaélica que significa “o fim do verão”), marcava o início do inverno e era comemorado principalmente na Escócia e Irlanda.

É nesta época que aconteciam o fim das colheitas e o início do novo ano celta, comemorado segundo o calendário gregoriano, no dia 1º de novembro. A data era tida como uma das mais relevantes do antigo calendário celta.

Aproveitando o clima, que tal já escolher fantasias baratinhas e divertidas disponíveis no AliExpress e na Wish?

A antiga festa durava três dias! Por coincidência, hoje essas datas batem com as celebrações católicas. São elas: a Vigília de Todos os Santos (noite de 31 de outubro), Dia de Todos os Santos (1 de novembro) e Dia dos Fiéis Defuntos (2 de novembro).

Como o Halloween se espalhou pelo mundo: por que as pessoas usam fantasias?

Mas você deve estar se perguntando: tá e qual a ligação com as fantasias? Isso acontece porque desde os primórdios, o Halloween está associado aos fantasmas, espíritos e à morte. Na crença dos celtas, era nesta época do ano o véu que separava o mundo visível do invisível (mundo dos vivos e dos mortos) se tornava mais ténue. Sendo assim, na tradição popular os mortos voltavam e os deuses e outros seres do submundo podiam dar um rolê entre os vivos.

Quer fantasias novas pra surpreender nas festas de Halloween? Olha essas opções do AliExpress:

Se muitos achavam legal esse tipo de interação entre os mortos e os vivos, outros nem tanto. Então, como se esconder e passar despercebido pelos possíveis espíritos malignos? Obviamente que se fantasiando! Assim, a galera se sentia mais segura para circular, sem maus agouros.

Como o Halloween se espalhou pelo mundo: e os doces?

A parte da distribuição dos doces também tem uma explicação bem lógica. Lá nos primórdios do Dia das Bruxas os antepassados eram homenageados através de oferendas. Na Irlanda e na Escócia celta, muitas pessoas acendiam fogueiras. Estas eram chamadas de “hallowe’en fires”. Estes fogos, teoricamente honravam os familiares já mortos. Além disso, serviam também para purificar as pessoas e a terra, afastando demônios e bruxas.

Veja mais algumas opções de fantasias que encontramos no AliExpress:

“Tá, mas fogueira não é doce!”. Esse costume da fogueira fazia com que as pessoas aproveitassem mais a noite. E, ao contrário do que muitas pessoas pensam, essa data era super alegre: cheia de jogos e atividades. Acontece que em uma dessas brincadeiras, os jogadores tinham de comer pequenos bolos chamados “barmbracks”. Esses bolinhos tinham no seu anel ou uma noz e que permitiam saber quem se iria casar e quem iria ficar solteiro. Muitos historiadores acreditam que é daí que surgiu o costume da distribuição de doces e guloseimas.

Como o Halloween se espalhou pelo mundo: popularização no mundo

Tem muita gente que acredita que o Halloween é uma festa norte americana. Isso provavelmente acontece, pois muitos irlandeses e escoceses imigraram para fugir da Grande Fome  entre 1845 e 1849. Os Estados Unidos foi o destino escolhido por muitos que levaram consigo suas crenças celtas. Com o Dia das Bruxas, não foi diferente!

Pra causar um impacto na festa à fantasia, veja essas opções abaixo:

Mas, uma medida essencial para a popularização da festa aconteceu no século VII. Foi nele que o Papa Bonifácio IV declarou o feriado do Dia de Todos os Santos, dedicado aos mártires e santos da Igreja Católica. A intenção era substituir a atenção do antigo festival pagão, para o católico, o que aparentemente não deu muito certo.

Foi apenas mais tarde que surgiu o Dia de Todas as Almas ou dos Fiéis Defuntos. A celebração era comemorada de forma bem parecida ao Samhain. Havia fogueiras, paradas e pessoas fantasiadas de santos, anjos e demónios. Não preciso nem dizer que com o crescimento da igreja católica na Europa, o Halloween se popularizou.

Como o Halloween se espalhou pelo mundo: no Brasil

Aqui no Brasil o Halloween ganhou mais popularidade na última década. Muita desta visibilidade se deu pela influência de filmes e séries norte-americanas, sem falar na internet é claro. Porém, muitos ainda são resistentes à celebração, já que ela é totalmente estrangeira e em muitos aspectos não condizem com nossa cultura popular.

Se seu humor é um pouquinho mais solto e você quer curtir uma fantasia divertida, dá uma conferida nessas abaixo:

Pensando em valorizar mais o folclore e a cultura brasileira, no ano de 2005 o governo declarou o dia 31 de outubro como o Dia do Saci. Contudo, parece que a ideia não pegou muito, já que o que vimos por aí nesta época do ano são na maioria referências ao Halloween.

Seja como for, esta é uma época de muita alegria e diversão, que faz muito mais sentido de ser comemorada quando se sabe toda a história por traz.

E o seu Halloween, como será? Quando decidir qual será sua fantasia, conta pra gente! O The Shoppers está no  Facebook, Youtube, Instagram ou Twitter. Compartilha lá ;)

 

Happy Halloween, Shopper!