Dizer que a Madonna é um ícone mundial no mundo da música é o mesmo que chover no molhado. Todo mundo já sabe. Mas, talvez, o que nem todo mundo saiba é o quanto seu estilo, sua personalidade e força, influenciaram não só o comportamento das gerações que a ouviram e viram. Como também seu modo de vestir e se expressar.

Quando pensamos em Madonna e o mundo da moda, a imagem mais icônica que talvez nos venha a mente é dela num vestido de noiva no MTV Awards de 1984 em sua performance de “Like a Virgin”. Ou o sutiã de cone que ela usou durante sua turnê Blonde Ambition, no Japão, em 1990. Mas eu posso te garantir que ela fez muito mais pelo universo fashionista do que você imagina…

Madonna

E aqui estão apenas alguns dos motivos:

1. Madonna foi a principal referência de moda nos 80

Ela criou uma assinatura própria nos anos oitenta, que é reconhecida e copiada até hoje. Joias religiosas, pulseiras de borracha e bandanas estão entre as tendências que Madonna começou. Além disso, seu estilo original e arrojado abriu as portas para uma tendência talvez mais individualista e fortalecedora da moda. O estilo de Madonna não apenas definiu um visual dos anos 80, mas também ajudou a criar uma atitude forte e empoderada entre as mulheres nessa época.

2. Madonna foi pioneira na colaboração com grandes designers

Antes de divas do pop, como Rihanna, se tornarem destaque em desfiles e revistas de moda, Madonna já tinha atravessado essa fronteira. Isso começou com a sua icônica colaboração com Jean Paul Gaultier. Pouco depois, ela foi escolhida a dedo por Anna Wintour, editora-chefe da Vogue, para a primeira capa da revista com uma celebridade. Anos depois, em 1995, Madonna tornou a aparição em campanhas de moda um pré-requisito para artistas quando estrelou em uma campanha pela Versace, que a marca mais tarde foi recriou com Lady Gaga.

3. Madonna recriou o conceito de marca pessoal

No livro “Brandwashed – O lado oculto do Marketing”, Martin Lindstrom conta que “para cada novo trabalho, Madonna reúne imagens de revistas, ilustrações e reportagens sobre as atividades culturais mais ousadas do momento e projetadas para o futuro. Há rumores de que ela e sua equipe de criação se dedicam a fazer um personagem, que a partir de uma capa do CD ao figurino, levando o ritmo das músicas. E assim que a cantora consegue se tornar uma marca forte e ao mesmo tempo culturalmente relevante. Em geral um passo à frente da restante”

Não dá pra esperar menos da rainha do pop, né gente?

E calma que ainda não acabou. Porque com Madonna é assim. Um tiro atrás de outro. Hoje à noite, o Cinemark exibe o inédito Madonna + The Breakfast Club, em várias unidades da rede. E eu deixo vocês com um gostinho do que vem por aí. Sente o drama desse trailer, com a atriz Jamie Auld. Mais parecida com a Madonna do que ela mesma:

Compartilhe essa dica nas suas redes sociais, Shopper!

Conta pra gente, Shopper. Este post foi útil pra você?

Ver mais categorias