Comprar um notebook Jumper vale a pena? Essa pergunta surge quando pesquisamos por notebooks em lojas online como AliExpressBanggoodGearBestTomtop e LightInTheBox. Modelos como Jumper EZbook 3 e EZbook X4 aparecem nelas, mas a marca não é muito conhecida e, portanto, deixa dúvidas. 

Será que os laptops Jumper prestam? A marca fabrica outros gadgets, como tablets? Os preços são realmente atraentes? Continue aí que o The Shoppers esclarece essas e outras questões para você. 

Notebook da Jumper é bom?

Para respondermos a essa pergunta, primeiro precisamos saber de quem estamos falando: que marca é a Jumper? Pois bem, a Jumper Computer Technology é uma fabricante chinesa de computadores que surgiu em 1997, ou seja, é uma empresa que tem mais de 20 anos de mercado. 

Continuar firme e forte em um segmento tão disputado quanto o de notebooks já é um indício de que a marca tem qualidade — ninguém compraria os laptops Jumper se eles fossem ruins. Mas há outros fatores que tornam a Jumper confiável: ela também fornece equipamentos para instituições governamentais e projetos educacionais, além de ter parcerias com gigantes como Asus e Microsoft.

Sede da Jumper, na China

Então, de modo geral, os notebooks Jumper são bons, sim. Fica claro que a empresa busca qualidade. Mas, então, por que os laptops marca são baratos? A principal explicação está no público-alvo: os notebooks da marca são direcionados a atividades mais cotidianas, como tarefas de escritório ou rotinas de estudo. Se você quiser algo mais avançado para jogos pesados, por exemplo, aí um notebook Jumper provavelmente não vai te ajudar. 

Esses são alguns dos notebooks Jumper:

Compartilhe essa dica nas suas redes sociais, Shopper!

Jumper EZbook 3 e EZbook i7

A Jumper tem uma grande variedade de notebooks, mas vamos dar uma olhada em dois dos modelos mais vendidos da marca: o básico EZbook 3 e, como opção mais avançada, o EZbook i7.

O EZbook 3 é um notebook com Windows 10, tela de 13,3 polegadas, 3 GB de memória RAM e 64 GB de memória eMMC para armazenamento interno de dados — eMCC é um chip de memória que é um pouco mais lento que o SSD, por outro lado, é mais barato e proporciona mais desempenho que os tradicionais discos rígidos. 

EZbook 3: para quem precisa do básico

Para dar conta de tudo, o EZbook 3 conta com um processador dual-core Intel Celeron N3350. Pelo conjunto, talvez você já tenha notado que esse é um notebook para tarefas básicas: navegar na web, acessar redes sociais, editar textos no Microsoft Word e por aí vai.

É uma opção interessante para você ter de reserva, quebrar o galho em viagens ou levar para a faculdade, por exemplo. O preço dele é excelente: cerca de US$ 300, mas não é difícil achá-lo por algo em torno de US$ 250 em promoções.

EZbook i7: opção mais potente

Agora, se você precisa de algo mais caprichado, o EZbook i7 é uma opção que pode valer a pena. Como o nome sugere, ele traz um processador bem mais poderoso: o dual-core Intel Core i7-4500U, de 1,8 GHz. 

O EZbook i7 vem com Windows 10, tela full HD de 14,1 polegadas, 4 GB de memória RAM, SSD de 128 GB e bateria de 4.000 mAh. Esse conjunto dá conta de tarefas um pouco mais exigentes, como reprodução de vídeos em alta definição, softwares de edição de imagens e planilhas grandes. O preço gira em torno dos US$ 500, mas promoções que o deixam ainda mais em conta não são raras.

A Jumper tem outros gadgets?

Tem, sim. Além de notebooks, a marca produz tablets e laptops 2 em 1, ou seja, computadores que também podem ser usados como tablets.

Um tablet que é muito interessante é o EZpad Mini 4S. Não é fácil encontrar tablets pequenos rodando o Windows 10, mas esta é justamente a principal característica desse modelo. Ele tem tela de 8,3 polegadas, 2 GB de memória RAM, 32 GB de espaço interno para dados e bateria de 4.500 mAh.

Olha o EZpad Mini 4S aí

Para quem faz questão de algo mais incrementado, o EZpad 6 Plus 2 em 1 é um modelo que merece uma boa olhada. Ele roda o Windows 10 e possui uma tela full HD de 11,6 polegadas, além de 6 GB de RAM e 64 GB de espaço para armazenamento de dados.

Este é o EZpad 6 Plus

A característica mais legal do EZpad 6 Plus é o seu teclado removível: tire o teclado e o use como tablet; ponha o teclado e o use como um notebook compacto, que pode ser levado facilmente na bolsa ou mochila, por exemplo.

É fácil usar os notebooks Jumper

Um dos problemas de notebooks comprados em lojas estrangeiras é que, normalmente, eles contam com teclado no padrão americano. Por isso, costuma não existir botão para a letra Ç, por exemplo. Mas é fácil resolver essa limitação: há vários tutoriais na web mostrando como fazer acentuação em teclado americano ou gerar determinados caracteres com eles (exemplo: aperte mais Cpara formar a cedilha).

 Você também pode ter que configurar o idioma do Windows, mas esse é um procedimento rápido. No fim das contas, o custo-benefício dos notebooks Jumper acaba compensando esses pequenos esforços.

Para receber mais dicas, é só continuar de olho aqui no The Shoppers ;)

Conta pra gente, Shopper. Este post foi útil pra você?

Ver mais categorias