Pop Vídeos

A vida nada simples de RuPaul!

Nós adoramos falar sobre a vida das celebridades? Adoramos! Por isso, criamos um especial só para contarmos pra vocês os principais pontos da carreira, curiosidades da vida e novidades sobre nossos artistas favoritos! O escolhido de hoje, como você já pode perceber, é o RuPaul!

RuPaul Charles nasceu em San Diego, Califórnia, nos anos 1960. Uma curiosidade maravilhosa é que o seu nome foi inspirado em gomas de mascar e, desde pequeno, sua mãe já dizia que ele seria muito famoso. E ela estava totalmente certa.

Com apenas 15 anos, RuPaul se mudou pra Atlanta com o objetivo de estudar artes de performance. Nesta época, ele começou a tocar em bandas de Punk Rock como Wee Wee Pole e Rupaul and the Uhauls arriscando até a lançar um álbum chamado Sex Freak.

Seus produtores, percebendo o seu talento natural, começaram a investir em suas aparições na mídia, televisão e rádio até que o grande momento veio: sua primeira aparição como Drag Queen.

 

No início, RuPaul usava as vestimentas ditas femininas como arma de rebeldia contra a sociedade. Seu objetivo era expressar o radicalismo do punk rock e ele aproveitou para surfar na onda do Glam Rock que estava em alta na época. No comecinho da sua carreira como Drag Queen, Rupaul produziu e encenou na série de filmes Starrbooty, em parceria com sua amiga, e também drag queen, Lady Bunny.

Assim, Ru se tornou uma das pouquíssimas Drag Queens da época que utilizava seu nome durante a performance Drag. Com a carreira em alta, seus alicerces na mídia eram fortes e Rupaul partiu para Nova York em 1988. Ela finalmente se tornaria uma New York City Queen.

Em 1988, com a carreira em alta e um futuro ainda mais promissor, RuPaul foi para Nova York, onde começou como dançarino no cenário dos Clubs Kids. Sua grande personalidade, fez com que ele logo estivesse a frente de grandes festas e eventos. 

Nessa época, ele ainda foi convidado a contracenar no videoclipe de Love Shack, da banda B-52’s, um grande sucesso no cenário New Wave dos anos 80. A participação no clipe fez a figura de RuPaul explodir ainda mais, sendo nomeada rainha das noites de Manhattan.

 

Durante os anos 90, Ru ainda fez aparições em filmes como “A Família Sol La Si Dó” e “Para Wong Foo, obrigada por tudo”.

Depois de estrelar clipes e filmes, RuPaul começou a investir em sua carreira musical. Mas, dessa vez, ele fugiu de suas raízes punk rock e partiu para uma abordagem mais hip hop. Com o hino Supermodel (You better work), lançada em 1992, Ru lançou seus bordões inesquecíveis e usados até hoje, como “Sashay Away”, “Shantay, you stay”e, claro “you better work”.

 

Com o grande acerto, os próximos singles “Back to my roots” e “Shade Shady” ficaram no topo das paradas da Billboard da época. A partir daí, Rupaul lançou mais de 12 álbuns de estúdio que envolvem albuns solos, especiais de natal e participações de Elton John e Diana Ross. Atualmente Ru promove todas as suas músicas no reality show Rupaul’s Drag Race.

View this post on Instagram

Elton & me recording in Atlanta. 1994

A post shared by RuPaul Charles (@rupaulofficial) on

Após ter declarado seu amor ao mundo das modelos com seu hit Supermodel, RuPaul firmou uma parceria com a Mac Cosmetics e se tornou a primeira supermodelo Drag Queen do Mundo. Sua imagem foi utilizada pela Mac por diversos anos para promover aceitação, inclusão e diversão.

Nesse momento, Rupaul já havia sido cantor, ator, modelo, realizado performances e festas incríveis. O que faltava?  Ter o seu próprio livro! E foi assim que, em 1995, ele lançou  o sua obra autobiográfica “Letting in all hang out”. Anos depois, ele ainda lançaria os livros “Working It”e “Guru”.

Ainda na década de 90, Ru apresentou o “RuPaul Show”, na VH1, e teve a oportunidade de entrevistar diversas celebridades, como Cher e Kurt Cobain. O Talk Show promovia sketch’s de comédia e bate papos ao vivo, junto com Michelle Visage. 

E, quando as pessoas podiam pensar: “ok, agora sim ele já fez de tudo”, Ru foi convidado para criar nada menos que um reality show de competições entre Drag Queens! 

Em 2009, estreava o incrível e fabuloso “RuPaul’s drag race”, que, nesse início, ainda tinha uma produção mais modesta, mas sem perder seu brilho. 

Já são 11 temporadas, 150 queens diferentes, 4 edições de All Stars e muitos momentos icônicos! Se você ainda não assistiu, corre pra Netflix que tem várias temporadas pra voce maratonar!