S.O.S. Vídeos

Coronavírus: existe risco em produtos vindos da China?

Um dos assuntos mais comentados durante os últimos dias, o Coronavírus preocupa pela velocidade em que vem se espalhando. Descoberto no dia 7 de janeiro, o vírus já infectou mais de 6 mil pessoas apenas na China, com 132 mortes confirmadas até o momento. Além da China, casos foram confirmados em outros países, como Estados Unidos, Japão e Alemanha. Muitas pessoas começaram a questionar sobre o risco de comprar produtos que vem da China, em sites como AliExpress, Shein, entre outros. Por isso, como bons Shoppers, decidimos esclarecer essas dúvidas!

Existe risco de transmissão de Coronavírus em pacotes vindos da China?

As autoridades de saúde dos Estados Unidos fizeram uma coletiva de imprensa afirmando que não existe qualquer evidência que aponte para uma transmissão por meio de pacotes. Dra Nancy Messonnier, do National Center for Immunization and Respiratory Diseases, afirmou que esse tipo de vírus tem baixa capacidade de sobreviver em superfícies, fazendo com que o risco de propagação em produtos ou embalagens seja extremamente baixo.

Ainda não foram feitas pesquisas com o Coronavírus em particular, porém, vírus semelhantes, como o SARS, vivem apenas algumas horas quando em contato com superfícies. Considerando que um pacote leva em média 15 a 60 dias para chegar no Brasil, a transmissão é muito improvável.

Aqui no Brasil, o infectologista João Prats, da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo, em entrevista a UOL, afirmou que, assim como acontece com outros vírus, como o da gripe, a estimativa é que o Coronavírus dure menos de 24 horas fora de um corpo.

Ou seja: pode ficar tranquilo que seus pacotes vindos da China não correm risco de transmitirem Coronavírus, ok?

Mais sobre o Coronavírus

O Coronavírus é uma doença respiratória identificada no início deste ano na China. Até o momento, infecções por Coronavírus vem causando doenças respiratórias leves e moderadas, lembrando os sintomas de uma gripe comum. Em alguns casos, o vírus age de maneira mais agressiva, chegando a causa a morte do portador.

O período de incubação, que acontece entre a contaminação e a manifestação dos sintomas, dura entre 6 e 14 dias. Nesse período, a pessoa pode transmitir o vírus a outras. Os principais sintomas são: febre, tosse e vias respiratórias congestionadas.

Até o momento, apesar das suspeitas, nenhum caso foi confirmado no Brasil.