S.O.S. Vídeos

Novos serviços dos Correios para a Pandemia: Medidas para conter o contágio.

Os Correios vem investindo em melhorias de serviços não presenciais para adaptar o sistema de entregas aos tempos de isolamento. Em busca de otimizar alguns processos e solucionar problemas que possam ser causados pelo distanciamento social e o fechamento dos comércios, foram anunciados alguns serviços novos.

Dentre eles podemos ver iniciativas online para realizar processos antes presenciais e disponibilização de armazenamento para possíveis produtos que não possam ser entregues.

Correios vão armazenar objetos destinados a lugares que se encontram fechados por decretos municipais ou estaduais

Muitas cidades e estados decretaram o fechamento de estabelecimentos considerados não essenciais, até data estabelecida por cada uma dessas cidades e estados. No dia 6 de abril, os Correios informaram que pacotes endereçados a esses estabelecimentos vão ficar armazenados até que a reabertura desses locais seja liberada. Só a partir dessa data de reabertura é que os Correios farão novas tentativas de entrega. Até lá, o status do pacote no sistema dos Correios será “a entrega não pode ser efetuada – empresa sem expediente”. 

Este foi o comunicado oficial dos Correios para suprir a necessidade de entregas feitas diretamente em estabelecimentos comerciais. Sabe aquela sua comprinha do AliExpress que você marcou para receber no seu trabalho, já que era lá que você passava maior parte do seu dia? Então, essas encomendas ficarão armazenadas nos Correios até que o estabelecimento reabra. Ou seja, sem motivo para preocupação, eles não serão devolvidos.

Entrega Digital dos Correios

“Empresas, bancos, instituições públicas e privadas que precisam enviar boletos, contas, extratos, faturas, notificações (e que já façam isso fisicamente pelos Correios), poderão também disponibilizar aos clientes esses comunicados no formato digital, de forma gratuita. Por meio da nova funcionalidade “Minhas Mensagens”, no aplicativo dos Correios, o usuário poderá acessar o espelho digital do que recebe fisicamente na caixa de correio de sua residência.”

Com este serviço as empresas não terão custo extra para enviar contas, e assim você não precisará se preocupar com faturas que possam atrasar devido a Pandemia. É uma iniciativa mais direcionada às empresas, mas afeta bastante nosso dia a dia.

Aviso de Recebimento Eletrônico

É possível consultar na página de rastreamento no site dos Correios a foto da etiqueta que confirma o recebimento do objeto, imediatamente após a entrega. O serviço elimina a necessidade da lista física. 

Esta iniciativa dos Correios elimina a necessidade de proximidade entre nós compradores e os entregadores dos Correios. De uma forma mais digital e otimizada, não haverá necessidade de assinar o recebimento de suas entregas e, com isso, existirá menos burocracia nos processos de recebimento das suas compras.

e-Carta Fácil dos Correios

Já disponível para grandes empresas, agora as pequenas e médias também poderão realizar a postagem de cartas comerciais sem a necessidade de ir a uma agência. Aqui, só disponível para empresas, a e-Carta Fácil dos Correios vai permitir uma agilidade nas comunicações oficiais.

O serviço elimina a necessidade da lista física, uma vez que os dados passam a ser gravados em uma plataforma digital certificada. Consequentemente, a solução também reduz custos operacionais, gastos com armazenamento e recuperação de dados. O documento poderá ser utilizado para comprovações jurídicas, necessidades legais, entre outros.

Movimento no Centro de Tratamento de Encomendas dos Correios, em Benfica

Atitudes necessárias para conter a disseminação do Coronavírus

De acordo com o presidente dos Correios, Floriano Peixoto, os serviços da companhia estão sendo prestados normalmente nessa época de isolamento devido ao coronavírus. Há alta demanda nos Correios porque diversos comerciantes recorrem ao e-commerce como forma de continuar suas atividades. “As operações e a rede de atendimento estão atuando em conformidade com as recomendações do Ministério da Saúde, obedecendo medidas preventivas para garantir a segurança de empregados e clientes.” A empresa ainda não tem disponível um balanço sobre a demanda desde a instalação da Covid-19 no país.