Tech

Como era o primeiro celular e como chegamos aos smartphones de hoje!

Saiba mais sobre:

O primeiro celular era um trambolhão e custava uma fortuna

Os smartphones são aparelhos bastante avançados, mas você sabia que o primeiro celular era um "tilojão" caro que só fazia ligações? Saiba mais sobre a história do celular aqui.
Motorola DynaTAC 8000X: o primeiro celular

Os celulares tiram fotos, reproduzem vídeos, rodam jogos, gerenciam as nossas agendas, nos conectam com o mundo todo e fazem tantas outras tarefas que, hoje, é difícil viver sem eles. Mas você já parou para pensar em como era o primeiro celular? Ou em quão rápida é a evolução do celular? Então continue aí que nas próximas linhas vamos contar um pouco da história dos nossos queridos aparelhos.

De onde veio o primeiro celular?

O primeiro celular é mais velho do que muita gente pensa. O aparelho, ainda na fase de protótipo, foi apresentado em 1973 pela Motorola. Martin Cooper, engenheiro responsável pelo projeto, é até hoje conhecido como “pai do celular”. Na foto mais abaixo, considerada histórica, ele aparece posando com o dispositivo na mão.

Mas a Motorola só conseguiu lançar o aparelho dez anos depois, ou seja, em 1983. Todo esse tempo foi necessário porque a empresa teve, entre outras complicações, que esperar o governo dos Estados Unidos autorizar a criação de redes de telefonia móvel, bem como permitir a produção em escala comercial do dispositivo.

Ele foi lançado com o nome de DynaTAC 8000X, tinha mais de 30 centímetros de altura, pesava cerca de 800 gramas e, pasme, custava cerca de US$ 4 mil! Se é um preço alto hoje, imagine naquela época.

Os smartphones são aparelhos bastante avançados, mas você sabia que o primeiro celular era um "tilojão" caro que só fazia ligações? Saiba mais sobre a história do celular aqui.
Martin Cooper com o protótipo de 1973 do primeiro celular

Vários aparelhos foram lançados nas décadas seguintes, mas só nos anos 2000 é que eles começaram a ser realmente populares. Naquela época, eles já eram bem pequenos e leves, mas só faziam ligações e mandavam mensagens (SMS).

Alguns celulares também tinham calculadora, luz de lanterna, rádio FM, e um joguinho ou outro, como o famoso jogo da cobrinha que esteve presente no Nokia 3010, por exemplo, celular lançado em 2000 que fez bastante sucesso no mundo todo — mais de 125 milhões de unidades foram vendidas.

Os smartphones são aparelhos bastante avançados, mas você sabia que o primeiro celular era um "tilojão" caro que só fazia ligações? Saiba mais sobre a história do celular aqui.
O clássico Nokia 3010

Hoje, até os smartphones mais baratinhos, como os da lista abaixo, são milhares de vezes mais avançados que os celulares daquela época.

A chegada do iPhone e do Android

Aos poucos, os celulares foram ganhando telas maiores, mais memória, processadores poderosos, câmeras e assim por diante. Com isso, eles passaram a executar várias funções que até então eram exclusivas de computadores, como reproduzir vídeos, enviar e receber e-mails, navegar na web, rodar jogos, entre outros. É por isso que, hoje, os celulares também são chamados de smartphones (telefones inteligentes).

Muita gente pensa que a Apple inventou o smartphone, mas não é bem assim. Antes dela, marcas como Nokia e BlackBerry já fabricavam telefones inteligentes. O que a Apple fez foi revolucionar o mercado ao anunciar o iPhone.

Steve Jobs, o principal nome por trás da Apple, achava os smartphones pouco práticos. Eles tinham teclado físico desconfortável, alguns precisavam de canetas para a tela e, de modo geral, o sistema operacional era inspirado nos computadores, causando problemas de usabilidade, pois eles foram desenvolvidos para telas grandes.

Steve Jobs com o primeiro iPhone

Foi então que, no início de 2007, depois de meses de trabalho com uma grande equipe, Jobs apresentou o primeiro iPhone. Ele trazia tela ampla sem teclado, design moderno (para a época) e um sistema operacional (o iOS) fácil de usar e criado especificamente para celulares, tornando a experiência do usuário mais rica.

A ideia deu tão certo que a linha iPhone é um grande sucesso até hoje. O único problema é que, pelo menos no Brasil, os celulares da Apple são muito caros. Até já discutimos aqui se vale a pena comprar iPhone da China.

Felizmente, o Google resolveu aparecer nessa história. Em 2005, a companhia comprou uma pequena empresa chamada Android Inc. que estava desenvolvendo um sistema operacional para câmeras digitais, mas depois mudou o foco do projeto para celulares.

O Google continuou tocando o projeto, mas, ao contrário da Apple, não tinha intenção de ficar nisso sozinho. A companhia passou então a fazer acordos com vários fabricantes. Basicamente, é assim: o Google fornece o software (o Android) e as empresas o usam para lançar diversos tipos de smartphones. O primeiro celular lançado comercialmente com Android foi o HTC Dream, em outubro de 2008.

Eis o HTC Dream

Note que até hoje é assim. Graças às parcerias entre Google e fabricantes, temos uma grande variedade de celulares Android, com destaque para os modelos intermediários — como eles contam com vários recursos e não custam muito, são os que mais vendem. Eis alguns bastante interessantes (note que certos modelos têm tela com notch):

 

Qual é o melhor celular do mundo?

Pergunta difícil, hein? Afinal, o que é bom para uma pessoa pode ser ruim para outra. Mas, se levarmos em conta apenas as características técnicas, podemos destacar o iPhone X e o recém-anunciado Samsung Galaxy Note 9. São dois smartphones realmente notáveis, mas eles têm um problema: são muito caros, principalmente no Brasil.

Por conta disso, vale a pena dar uma olhada nos smartphones avançados de marcas como Xiaomi, Huawei e OnePlus. Essas e outras empresas chinesas criam celulares tão parrudos quanto os modelos da Samsung e Apple, mas com preços mais amigáveis, saca só:

Os smartphones são aparelhos bastante avançados, mas você sabia que o primeiro celular era um "tilojão" caro que só fazia ligações? Saiba mais sobre a história do celular aqui.
Galaxy Note 9: uma belezura, mas caro que só ele

E olha que essas são só algumas opções. As marcas chinesas estão sempre lançando smartphones para todos os gostos e bolsos. Para saber das novidades delas e ficar por dentro de promoções em lojas como AliExpress, Banggood, GearBest, Tomtop, LightInTheBox e JoyBuy, é só continuar de olho aqui no The Shoppers.