Tech

Sony vs. Apple: Quem tem o melhor fone de ouvido sem fio?

Imagem: 9to5Mac e Sony

Quanto menos fios e limitações, melhor! Essa é a regra para lançamentos tecnológicos desde 2016, depois que a Apple anunciou o lançamento de seu novo fone de ouvido sem fio, AirPods, criando uma nova tendência nos acessórios utilizados para música.

Apesar da “maçã” não ser a inventora da tecnologia, foi à partir dos novos lançamentos da marca, que empresas como Samsung, Beats, Xiaomi e QCY começaram a investir na tecnologia wireless para fones de ouvido.

Outra grande marca que entrou para a guerra, foi a Sony, que em 5 de julho de 2019 anunciou seu novo modelo de nome curiosamente longo, WF-1000XM3, com um visual delicado e uma proposta semelhante aos modelos com remover de ruídos da referência em headphones, Bose. Ambas as marcas estão competindo pelo fone de ouvido com a melhor tecnologia de Noise Cancelling, que significa Cancelamento de Ruído, ou seja, o som externo é neutralizado através de tecnologia avançada de ondas sonoras.

Após ter sua ficha técnica divulgada pela empresa, o fone de ouvido da Sony foi comparado ao AirPods e ganhou de lavada, pelo menos no papel, ganhando a atenção da concorrência e da internet.

Fone de ouvido sem fio: SONY WF-1000XM3

Fonte: SonyCom tecnologia sem fio e remoção de ruídos, o fone de ouvido WF-1000XM3 da Sony é um dos lançamento de peso de 2019!

Para você entender rapidinho qual a proposta do novo fone de ouvido sem fio da Sony, se prepare para a metralhadora de informações técnicas e de lançamento:

  1. Transmissão Bluetooth de Alto Alcance
  2. Chip de cancelamento de ruído QN1e HD
  3. Microfones que captam e anulam ondas externas com tecnologia avançada
  4. Bateria com duração de 8 horas, fora da caixa (6 horas, com Noice Cancelling ativo)
  5. Caixa com 3 cargas de armazenamento, oferecendo 24 horas funcionalidade
  6. Carregamento de 10 minutos garantem 90 minutos de utilização
  7. Será vendido à partir de 5 de agosto de 2019 na Amazon
  8. Valor de lançamento: US$230
  9. Lindo, muito lindo!

Em comparação com o AirPods, o WF-1000XM3 chega a oferecer três horas a mais de bateria utilizável e, devido à oferta de novos recursos poderosos, possui um valor 30% mais caro que o modelo da Apple. Apesar do fone de ouvido sem fio da Sony ter vencido a batalha, deve respeito ao seu maior concorrente.

Mais um sucesso da Apple: Lançamento dos AirPods foi em 2016

Considera uma das 3 principais invenções da Apple, desde o anúncio do iPhone em 2007, AirPods, um dos fones de ouvido sem fio mais desejados do mundo, foi lançado em 13 de dezembro de 2016, custando aproximadamente R$1.400, de acordo com o site G1:

Até o momento, os fones de ouvido brancos da empresa eram considerados referência no mercado, possuindo pouca concorrência, o que justificou seu valor por quase três anos. Em março de 2019, a marca anunciou uma atualização dos fones, chamada AirPods 2, que recebia o chip de redução sonora Apple H1, presente em acessórios da Beats, oferecendo também suporte à assistente virtual Siri e melhor conectividade com outros aparelhos de sistema iOS.

A Apple começou a vender o modelo AirPod 2 no Brasil, sem muito alarme, cobrando um valor altíssimo no novo modelo de fone de ouvido sem fio, que ultrapassa R$1.000. Após o anúncio da Sony, a marca é colocada contra a parede e precisa responder rapidamente, antes que Bose, Beats, Samsung e Xiaomi entrem para a competição.

A Sony deu um susto na Apple, ao anunciar seu novo fone de ouvido sem fio WF-1000XM3, com tecnologia de cancelamento de ruídos e bateria com duração de até 24 horas. O modelo supera os aspectos técnicos dos AirPods.