Tech

PS5 e a evolução tecnológica do PlayStation

Em parceria com:

O anúncio de um novo PlayStation já deixou os fãs do console animados! O PS5 tem previsão de chegada para o fim de 2020 e promete aumentar a imersão nos games. Uma das inovações? Os controles!

A primeira novidade é a adoção do “controle háptico” em substituição a “rumble”, que era a responsável pelo controle vibrar. O novo recurso promete oferecer mais sensações durante a jogatina, afinal, chutar uma bola ou bater um carro são coisas bem diferentes. E mais: será possível até mesmo sentir texturas variadas, como a da grama, por exemplo!

Rumores apontam para um visual bem interessante

A outra mudança significativa está nos botões de gatilho L2 e R2, que ganharam o nome de “gatilhos adaptativos”. Agora, os desenvolvedores poderão incluir resistência nos botões para que você sinta a diferença de “peso” ao trocar de armas ou acelerar o carro em uma estrada difícil.

Os criadores de jogos já começaram a receber as versões iniciais do controlador e nós já estamos ansiosos para ver como essas novas tecnologias vão melhorar nossa experiência com os jogos.

Nesses 25 anos de PlayStation, muita coisa mudou: funcionalidades, capacidade de armazenamento, qualidade visual, experiência de jogo, etc. Vem conferir o que cada geração trouxe de novo!

PlayStation: O Fim de Mario e Sonic?

Década de 90: o Super Nintendo e o Mega Drive travavam uma verdadeira guerra entre os consoles de 16 bits. Enquanto as pessoas ainda assopravam fitas, a Sony e a Nintendo começavam uma parceria para trocar os cartuchos por CDs. 

Super Mário ou Sonic? De que lado você está?

Com a desculpa de que o uso de discos a laser deixavam a experiência mais demorada, a Nintendo pulou fora do projeto, deixando para a Sony a glória de lançar um produto totalmente novo no mercado.

Em dezembro de 1994, o PlayStation chegou e decretou o fim da geração 16 bits. Com design diferente, o console permitiu a criação de games maiores, 3D e com som superior. Enquanto os cartuchos armazenavam até 64 MB, os CDs tinham 750 MB! Essa diferença fez surgirem animações renderizadas nas aberturas dos jogos e sons com mais qualidade. 

O PSOne acabou com a geração 16 Bits

O controle, com quatro botões superiores ao invés de dois, permitiu que os desenvolvedores tivessem mais possibilidades no campo da jogabilidade.

A era do PSOne durou 10 anos e chegou ao fim com mais de 100 milhões de unidades vendidas! Além de toda evolução nos games, o console ainda trazia a facilidade do usuário curtir CD`s de música, o que ajudava na hora das famílias escolherem por um video-game. 

Playstation 2 – O Grande recordista

Parece até difícil de acreditar, mas o PS2 bateu todos os recordes do seu antecessor. Lançado nos anos 2000, o console só deixou de ser fabricado em 2013 e vendeu 150 milhões de unidades, sendo o videogame mais vendido de todos os tempos.

O videogame mais vendido da história

Funcionando com mídias em DVD, o que possibilitava o uso do console como player para assistir a filmes, o PS2 ficou marcado por trazer uma série de franquias exclusivas, como Tomb Raider, GTA, Final Fantasy, Winning Eleven e Gran Turismo. 

O PS2 trouxe um novo patamar à indústria dos games, com grafismo 3D em alta definição e funcionalidades online. O controle Dualshock 2 veio com nível de precisão superior e botões mais sensíveis à pressão. 

Playstation 3 e a PSN

Com o lançamento do PS3, em 2006, veio também uma plataforma completamente online, a PlayStation Network ou PSN, em que o gamer podia comprar seus jogos, ouvir música, assistir a filmes e séries. A migração de DVD para Blu-Ray também aumentou a capacidade para 50 GB de conteúdo!

PS3 chegou com a PSN para revolucionar a forma de comprar jogos

Esse aumento de capacidade, permitiu ao usuário gravar os save games, vídeos, músicas e até baixar novos jogos. Para a Sony, o PS3 era o centro de entretenimento da casa. 

A resolução aumentou para até 1080 pixels e o DualShock 3 veio com sensor de movimento, motor de vibração e passou a ser sem fio. 

Playstation 4

Com design elegante e menor que os seus antecessores, o PS4 foi lançado em 2013 e teve a sua navegação repaginada. O processador, de 8 GB de memória, além do HDR (Alto Alcance Dinâmico), tornou a experiência visual do usuário muito melhor, entregando jogos com gráficos complexos e muito envolventes. 

PS4: Muita memória para os jogos

Manteve-se o Blu-Ray como mídia física para os jogos e a possibilidade de baixar games pela PlayStation Store. O console veio com versões de pelo menos 500 GB no HD, facilitando os downloads. 

O DualShock 4 chegou com painel de toque, função explorada por muitos títulos. Os botões analógicos vieram mais confortáveis e levemente afastados, tudo para uma experiência ainda melhor. Uma barra luminosa no controle acrescentou mais funcionalidades: o jogador pode ser identificado durante disputas online, além de ser possível ver a energia do personagem em alguns jogos. 

Produtos para fãs PlayStation