Tech

Xiaomi pode produzir smartphones no Brasil

Depois de quatro anos, a Xiaomi tem planos seguros de voltar ao Brasil para produzir seus smartphones. A informação veio do diretor da Xiaomi no Brasil, Luciano Barbosa, que afirmou que a empresa está estudando essa possibilidade depois da grande aceitação por parte do público brasileiro.

O projeto está em fase de pesquisa, análise do mercado e da possibilidade de se iniciar uma produção local. A previsão é que o estudo seja concluído até maio. Caso a Xiaomi decida iniciar a produção por aqui, o processo acontecerá de forma gradual. Atualmente, a marca tem mais de 250 produtos em seu catálogo nacional, sendo 14 modelos de smartphone. A ideia é que, até o fim de 2020, o Brasil receba mais 10 modelos de celular e chegue aos 500 produtos no catálogo.

“Temos um estudo com previsão para conclusão no final de maio. Se houver convergência em certos modelos, poderemos produzir localmente. Mas será um estudo bem pé no chão. Não moveria todo o meu catálogo para produção local do dia para a noite, mas gradativamente”, disse.

Luciano Barbosa, Diretor da Xiaomi no Brasil

Além de oferecer mais opções ao público brasileiro, a produção nacional da Xiaomi poderia resultar em uma redução dos preços já praticados, considerando que os custos de importação diminuiriam muito. Porém, entre as preocupações da marca estão as tecnologias suportadas no Brasil e a falsificação de aparelhos e gadgets em geral.

Atualmente, a Xiaomi tem 2 lojas físicas no Brasil, ambas em São Paulo. Apenas nos três primeiros dias de funcionamento, as lojas receberam cerca de 10 mil pessoas, o que mostra o sucesso da marca no país.